14abr,18

Procuradores do MPF respondem críticas de Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes se envolveu em mais uma polêmica nesta semana. O magistrado, que acumula discussões e frases controversas desde o início do ano, afirmou que “a corrupção chegou ao Ministério Público Federal”. Em resposta, os procuradores do Ministério Público Federal (MPF), responsáveis pela operação Lava Jato, se disseram surpresos e atribuíram a Gilmar Mendes “absoluta falta de seriedade.”

Por meio de nota, os procuradores do MPF subiram o tom e classificaram a fala do ministro como desequilibrada e irresponsável. Durante sessão do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta quarta (11), o ministro Gilmar Mendes afirmou que à corrupção chegou à Operação Lava Jato e à Procuradoria-Geral da República. Na ocasião, o magistrado citou o ex-procurador Marcelo Miller, acusado de envolvimento no caso da JBS, e Diogo Castor, que compõe a Lava Jato.

 

Ministro Gilmar Mendes

 

No texto divulgado, o MPF diz que Gilmar “lançou contra o procurador da República Diogo Castor de Mattos notícias antigas e falsas a respeito do comportamento deste na operação Lava Jato.”Ouça a reportagemTambém por meio de nota, a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) repudiou com veemência as declarações do ministro Gilmar Mendes, que “mais uma vez profere opiniões desrespeitosas e incabíveis a um representante da Suprema Corte”. Além disso, garante que a “operação Lava Jato é a maior investigação contra a corrupção da história”, e que “a atuação da força-tarefa fundamenta-se em trabalho sério e isento”.